Menu

Site: Moodle @ FCTUNL
Course: Secção de Ciências e Tecnologias da Educação e Formação
Book: Menu
Printed by: Guest user
Date: Monday, 4 March 2024, 9:31 PM

Description

Menu

About

Apresentação

3654 Diário da República - II Série n.º 83 - 9-4-1980


Desp. 45/SEES/90 XL - Sob proposta da Universidade Nova de Lisboa;

Considerando os príncipios constantes do art. 7º do Dec.-Lei 155/89 de 11-5;

Ao abrigo do disposto no art. 3º do Dec.-Lei 388/70, de 18-8;

Determino:

É aditado o anexo XXII, ramo Ciências de Educação, ao Desp. 72/SEES/84, publicado no DR, 2ª, de 11-9-84, que fixa os ramos, especialidades e disciplinas afins em que a Universidade Nova de Lisboa confere o grau de doutor.

ANEXO

Ramo: Ciências de Educação

 

Especialidades

 

Disciplinas afins

Teoria Curricular e Ensino das Ciência

Pedagogia Geral

Desenvolvimento Curricular

Métodos de Investigação Pedagógica

Didáctica das Ciências

Didáctica das Tecnologias

Tecnologias Educativas

Ciência Cognitiva

Educação e Desenvolvimento

Sociologia da Educação

Teorias Educativas e de Mudança Social

Métodos de Investigação Educativa

Análise e Gestão Escolar

Planeamento Educativo

Planeamento de Recursos Humanos

Formação de Formadores

Administração e Avaliação Institucional

Psicossociologia da Educação

Introdução às Ciências da Educação

Sociologia da Educação

Psicologia da Educação

Psicologia Relacional

Estratégias de Autoformação

História dos Movimentos Pedagógicos

Análise Sistémica de Educação


 

22-2-90 - O Secretário de Estado do Ensino Superior, Alberto José Nunes Correia Ralha


O sector das Ciências e Tecnologia da Educação e da Formação que se apresenta é resultante de um trabalho consolidado desde 1983 com uma progressiva programação concertada de actividades educativas e formativas, baseada na investigação e na reflexão sobre o papel a desempenhar pela Educação e Formação, integrado na Faculdade de Ciências e Tecnologia

Analisando a evolução desde o início das actividades, constata-se que as Ciências de Educação na FCT/UNL não se têm limitado às ciências da escolaridade ligadas exclusivamente às escolas do ensino não superior, mas tem-se desenvolvido essencialmente em quatro vertentes:

* Educação / Formação Contínua / Formação de Recursos Humanos
* Investigação e Cooperação Transnacional – Educação Científica
* Novas Tecnologias da Informação e da Comunicação – Redes Telemáticas, produção de software
* Desenvolvimento de problemáticas relacionadas com Educação / Desenvolvimento Económico e Social / Tecnologias Educativas

Estas quatro linhas baseiam-se no princípio de que na Universidade Nova deve haver uma cooperação intrínseca entre as Ciências, as Tecnologias e as Ciências Sociais e Humanas. A existência das Ciências de Educação nesta Faculdade é já uma tradução dessa vontade.

A Reforma Educativa em curso, a expansão da escolaridade e o número crescente da procura de maiores qualificações exige às instituições de Ensino Superior um grande esforço na formação de novos docentes qualificados e no complemento de formação ou reconversão de docentes já em exercício, em particular no ensino secundário. Neste campo, o sector de Educação e Formação fornece um elenco de disciplinas que, colocadas à disposição dos candidatos às várias licenciaturas, complementará a sua formação com conhecimentos que tenham em vista futuras funções educativas.

O reforço da componente de Pós-Graduação, a estruturação e implementação de acções de formação, contínua e em exercício, de recursos humanos, demonstrado pelo crescente número de candidatos às acções propostas de nível pós-graduado, as dissertações já defendidas ao longo de Mestrado iniciado em 1992, o número de alunos de doutoramento, as solicitações de cooperação com Mestrados de outras Universidades, o incremento da formação inicial com a implementação interdepartamental de duas novas licenciaturas em Ensino, o desenvolvimento da investigação científica, a captação de fundos através de actividades de investigação, formação ou assessoria são demonstrativos de uma maturidade institucional adquirida pelas Ciências e Tecnologia da Educação e da Formação.

Licenciaturas

A consolidação da Reforma Educativa implica que instituições universitárias, como a FCT, ofereçam licenciaturas dirigidas à docência para nível secundário, incluindo a formação pedagógica, sobretudo para as áreas científicas e tecnológicas decorrentes da nova estrutura curricular para aquele nível de ensino, que já estejam ou possam vir a estar cobertas pelos Departamentos desta Faculdade. O modelo de formação desses futuros docentes que julgamos mais adaptado à vocação da Faculdade é o de licenciaturas inter-departamentais em ensino, segundo ramos educacionais provenientes da diversificação dos últimos anos de outras licenciaturas.

Na formação inicial, as Ciências e Tecnologia de Educação e Formação são, actualmente, responsáveis pela leccionação de 3 disciplinas de Licenciatura em Matemática - Ramo de Ensino e co-responsáveis com outros Departamentos na implementação de duas novas licenciaturas, sendo uma em Ensino de Ciências da Natureza - Ramo Biologia/Geologia (iniciada em 1997/1998) e outra em Ensino da Física e da Química (iniciada em 1999-2000). São responsáveis pela coordenação pedagógica da licenciatura em Ensino das C.N..

Mestrado

O Mestrado em Educação e Desenvolvimento iniciou neste ano (2000-2001) a sua 6ª edição, sempre com grande procura por parte dos candidatos, encontrando-se já defendidas cerca de 50 dissertações. Tem uma periocidade de abertura de 2 em 2 anos.

Pós-Graduação – DIF

Foi aprovado e implementado em 1998-1999 um curso de pós-graduação (DIF) em Administração Escolar, reconhecido a nível nacional pelo Conselho Científico de Formação Contínua de Professores, concedendo um diploma de pós-graduação e de formação especializada.

Doutoramento

Na área das Ciências de Educação existem varias especialidades para doutoramentos. Estão actualmente inscritos cerca de 15 alunos doutorandos.

Profissionalização de Professores

O curso de Profissionalização em Serviço de Professores do Ensino Secundário, do Distrito de Setúbal, das áreas científicas e tecnológicas, compreendendo dois anos de formação e tutelado pelo Ministério de Educação, funciona desde o iníco de implementação das Ciências da Educação na FCT/UNL.

Tecnologia Educativa

As Tecnologias Educativas, nomeadamente o projecto Minerva, suportou o desenvolvimento dos serviços informáticos para os alunos da FCT/UNL, criando, também, redes telemáticas com carácter de pioneirismo de ligação entre escolas de vários níveis de ensino, além de produção de software educativo reconhecido como de grande qualidade.

Formação Contínua de Recursos Humanos

Na área de formação destacam-se o planeamento, a organização, a execução e a avaliação na formação de formadores para jovens licenciados em diversos cursos do UNINOVA, os cursos de formação para professores e cursos solicitados por empresas e autarquias na área da formação contínua de recursos humanos.

A formação contínua pedagógica de docentes universitários é uma actividade a ser integrada no futuro Instituto de Formação da FCT/UNL.

Ensino Profissional – Consultoria

A Escola Profissional de Educação para o Desenvolvimento foi planeada com uma dimensão europeia, criada de raiz e os seus professores formados por este sector como resposta a um desafio no campo de aplicação de investigação nas problemáticas do ensino profissional.

Este trabalho permitiu um conhecimento profundo da formação profissional e de formação de formadores, permitindo um trabalho conjunto com o Instituto de Emprego e Formação Profissional e de resposta a solicitações de consultoria pelos órgãos comunitários responsáveis pelo Ensino Profissional (CEDEFOP)

Investigação

Investigação em actividades que suportam toda a actividade de formação e de intervenção organizam-se na unidade de Educação e Desenvolvimento, tendo esta Unidade sido avaliada por avaliadores exteriores pertencentes à Fundação para a Ciência e Tecnologia, obtendo a classificação Muito Bom. Os projectos de investigação têm-se realizado a nível nacional, criando-se equipas nacionais e internacionais de cooperação e mobilidade de docentes e alunos.

Protocolos

Protocolos de cooperação forma firmados entre várias Universidades (Tours, Nanterre, Boston, Manchester, Valência) bem como Institutos, Associações Científicas e Pedagógicas, estando a decorrer nogociações para serem firmados protocolos de cooperação com os PALOP´s.