Anfíbios (tetrápodes com estádios larvar aquático com respiração branquial e adultos com respiração pulmonar). Características gerais. Aspectos morfológicos de Ichtyostega e Acanthostega (tetrápode primitivo), Amphibia e Lissamphibia - anfíbios actuais: Anura (sapos, rãs), Urodela (salamandras) e Gymnophiona (cecílias).
Anthracosauria (reptiliomorfos); ordens: Aistopoda, Anthracosauromorpha, Seymouriamorpha (Seymouria) e Diadectomorpha (Diadectes)
Distribuição estratigráfica dos anfíbios.

Répteis (tetrápodes terrestres protegidos contra a dessecação, produtores de ovos amnióticos). Limite pouco nítido entre os répteis primitivos e os anfíbios de que derivaram. Reforço do esqueleto e da musculatura, aperfeiçoamento do crânio (diferenciação de 1 ou 2 pares de aberturas temporais), da dentição e do sistema nervoso central; tendência para a aquisição de homeotermia. Radiação e diferenciação de grandes linhas evolutivas.
Répteis primitivos (crânio anápsido); Hylonomus , Paleothyris (Carbonífero médio).

Terapsídeos (répteis com crânio de tipo sinápsido); répteis mamalianos: Pelicossauros (Pérmico inferior) — providos de membranas termorreguladoras (Edaphosaurus, Dimetrodon), Gorgonopsianos e Cynodontes; antepassados dos mamíferos).

Sauropsídeos (répteis com crânio de tipo diápsido): Lepidossauros (Squamata: lagartos, cobras, etc.), Arcossauros (Crocodylia, Pterosauria e Dinosauria) e Quelónios (perda de aberturas).
"Dinossauros": ornitisquianos e saurisquianos. Características esqueléticas distintivas (pélvis e membros).

Ornithischia (Estegossauros, Anquilossauros, Ceratopsianos). Saurischia (Saurópodes, Prosaurópodes e Terópodes). Importância de Archaeopteryx . Semelhanças com alguns pequenos dinossauros terópodes.

Répteis com adaptação ao ambiente aquático: Plesiossauros e Ictiossauros.

Distribuição estratigráfica dos répteis diápsidos e quelónios.

Última alteração: sábado, 4 agosto 2012, 18:16