Artigos


Artigos do FaCTus
Podem ver aqui os artigos que compõem cada edição, pesquisáveis e comentáveis.

Picture of Factus FCT

Inscrições 2005/06

by Factus FCT - terça, 17 outubro 2006, 10:47
 
CLIP vs MIAU

Começou um novo Ano Lectivo, começaram as já rotineiras confusões. Mais uma vez, ao chegarmos a Setembro, somos confrontados com atrasos nas Inscrições Anuais, que provocaram, por acréscimo, atrasos na saída dos Horários. E de quem é a culpa? É do Sistema de Inscrições novo, o já mal amado CLIP.
Mas será que foi somente por culpa do CLIP? Ou não haverá primeiro razões mais profundas da falha grave que ocorre na FCT, em relação ao inicio do Ano Lectivo? Mas como aos alunos, no geral, a resposta foi A Culpa é do Sistema.
Começemos por aí, o CLIP é uma interface WEB para sistema de informação da faculdade, sucessor do MIAU, sendo que o MIAU foi implementado nos anos de 1999-2000, feito a pensar nas necessidades administrativas da altura, em Junho de 2005, a equipa do CLIP começou a trabalhar no mesmo, ou seja começou-se a penosa tarefa de converter informação do MIAU para o CLIP, este processo alongou-se mais do que o necessário, devido a complicações inerentes a uma tal mudança, supomos que o principal motivo para se ter alterado o sistema , terá sido devido à implementação das regras de Bolonha, já que possivelmente seria mais producente criar de raíz um sistema novo do que alterar um que tinha algumas limitações, como é o caso do MIAU.
O grande problema desta transição do MIAU para o CLIP, foi que ela não estava pronta na altura das inscrições 2005/06, já que as mesmas tinham sido marcadas para dia 1 de Setembro, e no entanto devido a problemas com a transição essas datas tiveram de ser alteradas para o final do dia 7 de Setembro, com as inscrições nos turnos práticos dia 9, estas alterações trouxeram transtornos a muitos estudantes, mas a principal causa de transtornos foram os sorteios dos turnos práticos dia 13 de Setembro, sendo o problema as aulas terem começado dia 12, o que trouxe alguns inconvenientes para as cadeiras com turnos práticos nessa semana de 12 a 16 de Setembro.
Houve também a questão das precedências nas inscrições, em que alunos com cadeiras feitas, não se puderam inscrever noutras que dependiam delas, devido a não terem sido feitas correctamente as devidas equivalências no sistema.
No entanto há coisas que não mudam quer se trate do MIAU ou do CLIP, quando a procura aumenta, não há servidor que aguente tanta carga. Num mundo em que se têm de equilibrar necessidades e custos, não é rentável aumentar a largura de banda por causa de sensivelmente duas ocasiões por ano, não deixa no entanto de ser muito chato não conseguir inscrever nas disciplinas porque não se consegue aceder ao sistema.
Ora, como a culpa não é só do Sistema, torna-se necessário clarificar as reais razões que levaram à barafunda. Em primeiro lugar, em praticamente todos os cursos, sendo mais evidente na Licenciatura em Engenharia do Ambiente, é ano de transição no plano curricular, devido ao Processo de Bolonha. Como o dito Processo nunca foi verdadeiramente explicado e debatido com os estudantes, como tiveram um ano em que não houve conversão de Unidades de Créditos (UC) para ECTSs, contrariando aquilo que os alunos tinham decidido em AGA em Setembro de 2004 e o Concelho Directivo aprovou (todos nós sabemos de cadeiras que, constantemente, lhe são baixados ou aumentados o seu valor em ECTSs), como houve atropelos aos planos de transição (como está a ocorrer em Ambiente), como andam todos pela raíz dos cabelos, tudo isto tinha que meter água.
É urgente que os alunos sejam esclarecidos. O Processo de Bolonha já entrou, mas nada é irreversível. O Processo tem que ser esclarecido e debatido efectivamente. As transições para ECTSs têm que ser claras. Os Planos de Transição das Licenciaturas não podem ser alterados a meio do jogo. O CLIP tem que ser eficiente e não um sistema feito em cima do joelho.
Esperamos, sinceramente, que as coisas tomem um rumo certo. Nós, alunos da FCT, queremos uma faculdade da qual nos possamos orgulhar.

Notas:
Foi enviado um e-mail ao Prof. Lampreia para ver se ele podia responder a umas perguntas sobre o CLIP e as inscrições, estamos ainda à espera de uma resposta.
Foi enviado um e-mail ao apoio do CLIP com um set idêntico de questões (ligeiramente adaptadas para, esse e-mail foi prontamente encaminhado pela equipa do CLIP para o Prof. António Porto do D.I., pelo qual agradecemos à equipa do CLIP, estamos também à espera de resposta neste caso, no entanto este terá sido enviado para o Prof. António Porto, demasiado em cima da data de edição do FaCTus, por isso era de esperar que ainda não tivéssemos obtido resposta.
Quando obtivermos resposta de alguma destas partes, elas iram ser incluídas no F@CTus.
Ao que parece, nenhum dos campus da U.N.L. têm um sistema comum de gestão de alunos, sendo que por exemplo o equivalente ao CLIP na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas é o Sophia, desenvolvido pelo Gabinete de Investigação e de Projecto em Sistemas de Informação (GIPSI), da Universidade Católica.

Update:
Após uma conversa por e-mail com o Prof. Lampreia, chegou-se à conclusão que a morada de e-mail para onde foi enviado o pedido de colaboração do FaCTus, embora esteja atribuida ao Professor, não é o contacto de e-mail do professor, como tal, o Professor, estaria erradamente associado a uma falta de educação ao não ter respondido ao mesmo e-mail, o que não se verificou na verdade, tratando-se de um mal entendido.
Pelo qual pedidos desculpas ao Prof. Lampreia.